Moda sustentável: um estudo qualitativo com jovens empreendedores desse setor

Leonardo Jacques Gammal Zeitune

Resumo


Ao notar que os recursos naturais são finitos e que o uso imoderado de bens naturais acarreta consequências devastadoras, o homem tem procurado novas formas de se desenvolver sem anular o meio ambiente. Diante disso, o presente trabalho tem como objetivo analisar como um setor especifico da Economia Criativa, o mercado da moda, funciona a partir da adoção de práticas sustentáveis sob a ótica de jovens empreendedores desse setor. Para isso, foi realizada uma pesquisa qualitativa por meio de entrevistas via redes sociais e Skype, acompanhado de um roteiro de perguntas pré-estruturado durante todo o mês de abril de 2018. O tratamento dos dados das entrevistas foi realizado por meio da análise de conteúdo, respeitando a identidade cada entrevistado.


Texto completo:

PDF

Referências


ANIMIMODA (2017). SPFW 2017 conta com exposição sustentável. Disponível em: http://animimoda.com/spfw-2017-conta-com-exposicao-sustentavel/ Acesso em: 12 maio.2017

ASSADOURIAN, Erik. Ascensão e queda das culturas de consumo. In: WORLDWATCH INSTITUTE. Estado do Mundo, 2010: estado do consumo e o consumo sustentável. Salvador: Uma Ed., 2010

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011, 229 p.

BERLIM, L. Moda: a possibilidade da leveza sustentável: tendências, surgimento de mercados justos e criadores responsáveis. Dissertação (Mestrado em Administração). Universidade Federal Fluminense. Eduff, RJ, 2009.

________. Moda e sustentabilidade: uma reflexão necessária. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2012. 160 p.

CARDOSO, A. J. M.; CAIRRÃO, Á. M. C. L. Os jovens universitários e o consumo sustentável. A sua influência na compra de produtos ecológicos. Biblioteca Digital da Universidade Fernando Pessoa, 2009. Disponível em: https://bdigital.ufp.pt/dspace/bitstream/10284/403/1/124-135_2007.pdf Acesso em: 15 maio.2017

CARVALHAL, A. Moda com propósito: manifesto pela grande virada. 1ª edição – São Paulo: Paralela, 2016.

CHIARETTO, Silvana. Práticas socioambientais no fomento da relação moda, consumo, sustentabilidade: estudo de casos múltiplos em empresas mineiras de moda. Dissertação apresentada à Universidade FUMEC. Belo Horizonte, 2013. Disponível em: http://www.fumec.br/revistas/pdma/article/viewFile/4448/2262 Acesso em 21 jun.2017

ENGEL, J. F; BLACKWELL, R. E. e MINIARD, P. W. Comportamento do Consumidor. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.

ESTADÃO (2015). Consumo consciente avança entre os jovens. Disponível em: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,consumo-consciente-avanca-entre-os-jovens--mas-fica-restrito-a-alta-renda--imp-,1800450. Acesso em: 15 maio.2017

EUROPAGES. Empresas de reciclagem têxtil. Disponível em: http://www.europages.pt/empresas/reciclagem%20de%20t%C3%AAxteis.html Acesso em 10 maio.2017

FAISAL, M.N. Sustainable supply chains: A study of interaction among the enablers. Business Process Management Journal, v.16 (3), p.508-529, 2010

FRÓES, D.M. Planejamento estratégico 2011/2012 da Secretaria Adjunta da Juventude. Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer - Prefeitura Municipal de Montes Claros, 2011.

MELGAREJO, E.R. Economia criativa: alternativa para o desenvolvimento sustentável econômico e social para os países em desenvolvimento. Atos do Congresso Responsabilidade e Reciprocidade – ISSN 2237-4582, 2011. In: VASCONCELOS, L. Recriando a matéria-prima. Revista Economia, Fundação Getúlio Vargas, 2008.

PERRY, P. Exploring the influence of national cultural context on CSR implementation. Journal of Fashion Marketing and Management, 16(2): 141-160; 2012.

PORTILHO, F. Consumo sustentável: limites e possibilidades de ambientalização e politização das práticas de consumo. Cadernos EBAPE.BR, (3ªEdição Temática), 1-12, 2005.

________.Sustentabilidade Ambiental, consumo e cidadania. Cortez. São Paulo, 2005.

RIZKALLAH, E.G. Brand-consumer relationship and corporate social responsibility: Myth or reality & do consumers really care? Journal of Business & Economics Research, v.10, nº 6, p.333-343, 2012

SEBRAE. Reaproveitamento de resíduos industriais no setor da moda. Disponível em: http://www.sebraemercados.com.br/reaproveitamento-de-residuos-industriais-uma-das-estrategias-sustentaveis-encontradas-pelo-setor-de-moda/ Acesso em 10 maio.2017.

SILVA, M. E.; GÓMEZ, C. R. P. Consumo consciente: o papel contributivo da Educação. Reuna, v. 15, n. 3, p. 43-54, 2010.

SPC. Consumo consciente 2016. Disponível em https://www.spcbrasil.org.br/wpimprensa/wpcontent/uploads/2016/07/An%C3%A1lise-Consumo-Consciente-2016.pdf Acesso em 10 abr.2017.

SUTHERLAND, A., & THOMPSON, B. K. The Marketer’s Guide to Understanding and Reaching Generation Y – Kids, Tweens and Teens. New York: McGraw-Hill, 2003.

USE RESERVA (2015). Sustentabilidade: Projetos. Disponível em: https://www.usereserva.com/usereserva/sustentabilidade/projetos Acesso em: 12 maio.2017.

VIEIRA, M. M. F. e ZOUAIN, D. M. Pesquisa qualitativa em administração: teoria e prática. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2005

WEBSTER, F. E. Determining the characteristics of the socially conscious consumer. Journal of Consumer Research, v.2, n.3, p.188-196, 1975

WENZEL, A. Sustentabilidade: o lado “e” da moda. V AbrapCorp: Redes Sociais, Comunicação, Organizações, 2011. In: SÁ, S. Osklen, Hering e Cantão apostam em sustentabilidade, 2009




DOI: http://dx.doi.org/10.22398/2525-2828.41078-96

A Revista está listada nos seguintes indexadores e repositórios:

LATINDEX: https://www.latindex.org

PORTAL DE PERIÓDICOS CAPES: http://www.periodicos.capes.gov.br

DOAJ - https://goo.gl/f862GM

Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras - http://diadorim.ibict.br/handle/1/1649

Sumarios.org - https://goo.gl/AJe9GY

LatinREV - Rede Latinoamericana de revistas acadêmicas do campo das ciências sociais e humanidades - http://flacso.org.ar/latinrev/ 

REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) - https://www.redib.org/

____________

ESPM Rio
Rua do Rosário 90 - Centro - Rio de Janeiro - 20.041-002 - RJ
revistadcec-rj@espm.br
ISSN 2525-2828 

 

Licença Creative Commons

A Diálogo com a Economia Criativa está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.