Extensão e animação: mostra de filmes como incentivo ao processo de criação na disciplina de animação

Flávio Gomes de Oliveira

Resumo


Neste artigo eu aprofundei um dos capítulos da minha tese de doutorado, A poesia insólita do cinema científico, defendida em agosto de 2020, na qual pesquisei o universo do cinema científico. Aqui, investigamos as maneiras como a linguagem do cinema de animação veicula ideias científicas, transmitindo conceitos complexos por meio de uma vasta gama de técnicas e materiais e apelando para uma narrativa acionada tanto pelo aspecto gráfico das imagens como pelas relações propostas na montagem cinematográfica. As sequências fotográficas, o desenho animado tradicional, os infográficos animados, as maquetes animadas, as incrustações sobre imagens previamente capturadas, a computação gráfica, a holografia e o motion capture são as formas de animação mais adotadas no campo das ciências. Por meio da observação de obras escolhidas, vamos apresentar aspectos do emprego das técnicas de animação em um panorama transdisciplinar, buscando identificar suas aplicações, seus limites e suas retóricas para compreender sua dimensão poética no tratamento de fenômenos naturais e de teorias abstratas.


Texto completo:

PDF

Referências


BLAIR, Preston. Cartoon Animation. California: Laguna Hills, 1994.

CÀMARA, Sergi. O Desenho Animado. Lisboa: Editorial Estampa, 2005.

FIELD, Syd. Manual do Roteiro. Rio de Janeiro: Objetiva, 14ª edição, 2001.

FEDEL, Luciane Maria,ULBRICHT, Vania Ribas, BATISTA, Claudia e VANZIN, Tarcísio. Gamificação na Educação, Editora Pimenta Cultural. 2014.

GAROFALO, Débora. Como as metodologias ativas favorecem o aprendizado. Revista Nova Escola, publicado em: https://novaescola.org.br/conteudo/11897/como-as-metodologias-ativas-favorecem-o-aprendizado, acesso em 10/08/2019. Publicado em 25 de Junho de 2018.

GIL, Antônio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

LIBÂNEO, José Carlos. Tendências pedagógicas na prática escolar. In: ________ . Democratização da Escola Pública – a pedagogia crítico-social dos conteúdos. São Paulo: Loyola, 1992. cap 1.

MARCHETI, Ana Flávia. Trajetória do Cinema de Animação no Brasil. São Paulo: Edição do autor, 2017.

MORÁN, José. Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Vol. II. UEPG, 2015.

PURVES, Barry. Stop-motion. Porto Alegre: Bookman, 2011.

SHAW, Susannah. Stop-motion Craft Skills for Model Animation. Jordan Hill: Oxford, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.22398/2525-2828.618211-222

A Revista está listada nos seguintes indexadores e repositórios:

LATINDEX: https://www.latindex.org

PORTAL DE PERIÓDICOS CAPES: http://www.periodicos.capes.gov.br

DOAJ - https://goo.gl/f862GM

Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras - http://diadorim.ibict.br/handle/1/1649

Sumarios.org - https://goo.gl/AJe9GY

LatinREV - Rede Latinoamericana de revistas acadêmicas do campo das ciências sociais e humanidades - http://flacso.org.ar/latinrev/ 

REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) - https://www.redib.org/

____________

ESPM Rio
Rua do Rosário 90 - Centro - Rio de Janeiro - 20.041-002 - RJ
revistadcec-rj@espm.br
ISSN 2525-2828 

 

Licença Creative Commons

A Diálogo com a Economia Criativa está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.