Cultura material: sobre uma vivência entre tangibilidades e simbolismos

Marcus Dohmann

Resumo


O presente artigo aborda o objeto como um registro da complexidade social, onde é possível identificar relações de poder, padrões de pensamento e processos de simbolização, ao mesmo tempo em que hierarquizações sociais e funcionais podem ser percebidas com a intenção de esclarecer e tornar mais compreensíveis as tensões que surgem no cotidiano da vida humana. Não há como contar a história do mundo usando apenas textos. Embora a escrita apresente-se como uma últimas conquistas da humanidade, grande parte dos registros, entre preocupações, crenças e aspirações, foram legados pelos objetos materiais, em uma história contada de forma assimétrica. O entendimento da vida antiga dos artefatos passou a exigir estruturas de perícia da Arqueologia e Antropologia, envolvendo-nos com os objetos de forma generosa e poética, na esperança de alcançar os vislumbres de compreensão que eles nos poderiam oferecer. Na abordagem realizada no presente artigo, podemos ver que trata-se de um processo complexo e incerto no qual os objetos, alcançáveis apenas através de camadas de tradução cultural, precisam ser rigorosamente examinados e imaginados de novo em suas utilizações. Percepções e perguntas fomentam atos de interpretação, entre apropriações imaginativas e poéticas essenciais, para auxiliar o entendimento das histórias usando objetos. Uma história contada por objetos depende por completo da matéria que sobrevive do seu uso, ressaltando que tornam-se documentos não apenas do mundo para o qual foram destinados, mas também para os períodos posteriores que o alteraram. 


Texto completo:

PDF

Referências


Braudel, F. Civilização Material, Economia e Capitalismo. 3 vol. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

Pesez, J. M. "História da Cultura Material" In Le Goff, J. (org.) A História Nova. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

Roche, D. História das Coisas Banais. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.




DOI: http://dx.doi.org/10.22398/2525-2828.2641-53

A Revista está listada nos seguintes indexadores e repositórios:

LATINDEX: https://www.latindex.org

PORTAL DE PERIÓDICOS CAPES: http://www.periodicos.capes.gov.br

DOAJ - https://goo.gl/f862GM

Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras - http://diadorim.ibict.br/handle/1/1649

Sumarios.org - https://goo.gl/AJe9GY

LatinREV - Rede Latinoamericana de revistas acadêmicas do campo das ciências sociais e humanidades - http://flacso.org.ar/latinrev/ 

REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) - https://www.redib.org/

____________

ESPM Rio
Rua do Rosário 90 - Centro - Rio de Janeiro - 20.041-002 - RJ
revistadcec-rj@espm.br
ISSN 2525-2828 

 

Licença Creative Commons

A Diálogo com a Economia Criativa está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.