Publicidade e design: panorama nacional e como extrair maior valor das ideias criativas

Guilherme Simões Credidio

Resumo


Foi traçado um panorama dos setores de Publicidade e Design, componentes da Economia Criativa, com participação de 40 profissionais. Foram apontadas necessidades de integração entre criação e negócios, determinação precisa da expectativa de retornos e estabilização de fluxos de caixa por remuneração fixa e variável e dificuldades de financiamento da expansão de operações das empresas criativas. A função geração de valor dessas empresas depende do conhecimento de economia criativa, do seu grau de profissionalização, da projeção de conversão das vendas, dos preços dos concorrentes, do valor das ideias, dos direitos autorais e da quantidade de itens vendidos.


Texto completo:

PDF

Referências


BANG, Anne; CLEEMANN, Christine Mølgaard; BRAMMING, Pia. How to create business value in the knowledge economy. Management Decision, [s.l.], v. 48, n. 4, p.616-627, 4 maio 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1108/00251741011041382. Acesso em: 15 ago. 2016.

BENDASSOLLI, Pedro F. et al. Indústrias criativas: definição, limites e possibilidades. RAE - Revista de Administração de Empresas, Rio de Janeiro, v. 49, n. 1, p.10-18, mar. 2009. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rae/article/view/36013. Acesso em: 15 ago. 2016.

DEPARTMENT FOR CULTURE, MEDIA AND SPORT (Londres). Creative industries mapping documents. 2001. Disponível em: https://www.gov.uk/government/publications/creative-industries-mapping-documents-2001. Acesso em: 30 maio 2013.

DEPARTMENT FOR CULTURE, MEDIA AND SPORT (Londres). Creative industries economic estimates: full statistical release. 2011. Disponível em: https://www.gov.uk/government/uploads/system/uploads/attachment_data/file/77959/Creative-Industries-Economic-Estimates-Report-2011-update.pdf. Acesso em: 30 maio 2013.

DELL'ERA, Claudio; LANDONI, Paolo; VERGANTI, Roberto. From creative individuals to creative capital: value creation and appropriation strategies of creative knowledge-intensive business services. Int. J. Innov. Mgt., [S.l.], v. 19, n. 02, p.1-24, abr. 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1142/s1363919615500164. Acesso em: 15 ago. 2016.

DENNING, Stephen. Ten drivers of radical management in the “creative economy”. Strategy & Leadership, [s.l.], v. 41, n. 6, p.18-30, 4 nov. 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1108/sl-08-2013-0065. Acesso em: 15 ago. 2016.

DENNING, Stephen. Navigating the phase change to the creative economy. Strategy & Leadership, [s.l.], v. 42, n. 2, p.3-11, 11 mar. 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1108/sl-01-2014-0001. Acesso em: 15 ago. 2016.

FIRJAN - Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro). Mapeamento da indústria criativa no Brasil. 2012. Disponível em: http://www.firjan.org.br/EconomiaCriativa/VersaoImpressa/index.html. Acesso em: 30 maio 2013.

HOWKINS, John. The creative economy: how people make money from ideas. Londres: Penguin Books, 2007.

JONES, Candace et al. Misfits, Mavericks and mainstreams: drivers of innovation in the creative industries. Organization Studies, [s.l.], v. 37, n. 6, p.751-768, 1 jun. 2016. SAGE Publications. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1177/0170840616647671. Acesso em: 15 ago. 2016.

MACDONALD, Stuart. Beyond the creative industries. International Journal of Education Through Art, [s.l.], v. 9, n. 3, p.293-309, 1 out. 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1386/eta.9.3.293_1. Acesso em: 15 ago. 2016.

MASLOW, A. H. A theory of human motivation. Psychological Review, [S. l.], v. 50, n. 4, p.370-396, 1946. Disponível em: http://psychclassics.yorku.ca/Maslow/motivation.htm. Acesso em: 25 jun. 2013.

MIGUEZ, Paulo. Economia criativa: uma discussão preliminar. In: NUSSBAUMER, Gisele Marchiori (Org.). Teorias e políticas da cultura: visões multidisciplinares. Salvador: EDUFBA, 2007. p. 95-114.

MINISTÉRIO DA CULTURA (Brasil). Plano da Secretaria da Economia Criativa: políticas, diretrizes e ações. 2011-2014. Disponível em: http://www2.cultura.gov.br/site/wp-content/uploads/2012/08/livro_web2edicao.pdf. Acesso em: 30 maio 2016.

ROBBINS, Stephen P. Comportamento organizacional. 9. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2002.

HERNÁNDEZ SAMPIERI, Roberto; COLLADO, Carlos Fernández.; BAPTISTA LUCIO, Pilar. Metodologia de pesquisa. 3. ed. São Paulo: McGraw-Hill, 2006.

SARRI, Katerina K.; BAKOUROS, Ioannis L.; PETRIDOU, Eugenia. Entrepreneur training for creativity and innovation. Jnl Euro Industrial Training, [s.l.], v. 34, n. 3, p.270-288, 6 abr. 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1108/03090591011031755. Acesso em: 15 ago. 2016.

SIMONNETI, Eliana. Indústria criativa: Colcha de retalhos. Revista Desafios do Desenvolvimento, Brasília, n. 19, 7 fev. 2006. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/desafios/index.php?option=com_content&view=article&id=969:reportagens-materias&Itemid=39. Acesso em: 30 maio 2013.

SUNG, Tae Kyung. The creative economy in global competition. Technological Forecasting and Social Change, [s.l.], v. 96, p.89-91, jul. 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.techfore.2015.04.003. Acesso em: 15 ago. 2016.

UNCTAD. Creative economy: report 2010: a feasible development option. 2011. Disponível em: http://unctad.org/en/Docs/ditctab20103_en.pdf. Acesso em: 30 maio 2013.

UNCTAD. Creative economy statistics. Disponível em: http://unctadstat.unctad.org/TableViewer/tableView.aspx?ReportId=14774. Acesso em 4 jul. 2013.

UNESCO. Creatividad y mercados. In: UNESCO. Informe mundial de la UNESCO: invertir en la diversidad cultural y el dialogo intercultural. Paris, 2010. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0018/001847/184755S.pdf. Acesso em 9 jul. 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.22398/2525-2828.1256-74

A Revista está listada nos seguintes indexadores e repositórios:

PORTAL DE PERIÓDICOS CAPES: http://www.periodicos.capes.gov.br/

DOAJ - https://goo.gl/f862GM

Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras - http://diadorim.ibict.br/handle/1/1649

Sumarios.org - https://goo.gl/AJe9GY

LatinREV - Rede Latinoamericana de revistas acadêmicas do campo das ciências sociais e humanidades - http://flacso.org.ar/latinrev/ 

REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) - https://www.redib.org/

____________

ESPM Rio
Rua do Rosário 90 - Centro - Rio de Janeiro - 20.041-002 - RJ
revistadcec-rj@espm.br
ISSN 2525-2828 

 

Licença Creative Commons

A Diálogo com a Economia Criativa está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.