Especificidades do mestrado profissional

João Eduardo Chagas Sobral, Anna Luiza Moraes de Sá Cavalcanti

Resumo


Este artigo se refere a palestra realizada durante o evento “Encontro de Pós-Graduação em Design – Cenários e Perspectivas” realizado na sede da ESPM-Rio em outubro de 2017. Nesse encontro foi oportunamente tratado sobre as características inerentes aos programas profissionais na pós-graduação brasileira. O artigo manteve o mesmo título da apresentação: “Especificidades do mestrado profissional”. De forma coerente à exposição, procurou-se contextualizar o ensino profissional no Brasil, caracteriza-lo e abordar os desafios dos programas profissionalizantes no âmbito do stricto sensu, propondo uma reflexão sobre a origem, a trajetória, as dificuldades enfrentadas e os desafios para o futuro. Discorre sobre as leis e ações que possibilitam e incentivam esses programas, assim como as principais dificuldades apresentadas pelas universidades na manutenção dos mesmos, e o que tem sido feito para enfrentar o paradigma que manteve até então a divisão entre o mundo acadêmico e o do setor produtivo.

 

Palavras chaves: Ensino Profissionalizante no Stricto Sensu; Programas profissionais em Design; Ensino Profissionalizante e Pesquisa Aplicada 


Texto completo:

PDF

Referências


CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS (CGEE). A ciência e a tecnologia no olhar dos brasileiros. Percepção pública da C&T no Brasil: 2015. Brasília, DF, CGEE, 2017. Disponível em: https://www.cgee.org.br/estudoscgee . Acesso em: 25/01/2018

CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS (CGEE). Doutores 2010: Estudos da Demografia da Base Técnico- Cientifica Brasileira. Brasília, DF, CGEE, 2010. Disponível em: http://www.cgee.org.br/publicacoes/doutores.php. Acesso em 24/01/2018

CLARK, B. Creating Entrepreneurial Universities: Organisational Pathways of Transformation. New York: Internacional Association of Universities and Elsevier Science. 1998.

DEWEY, John. Experiências e educação. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2010.

FORTY, Adrian. Objetos de Desejo. Design e Sociedade desde 1750. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

IPEA. Brasil gasta menos que outros países com P&D ( 16/01/2017). Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=29255. Acesso em 29/01/2018

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma e reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

PLANO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO - PNPG 2011-2020. Coordenação de Pessoal de Nível Superior. Brasília, CAPES, v. 1, 2010

PLANO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO - PNPG 2011-2020. Coordenação de Pessoal de Nível Superior. Brasília, CAPES, v. 2, 2010.

SOBRAL et al. A experiência curricular no mestrado profissional: o desafio da construção de pontes. Revista Projética, vol. 5, n. 1, Londrina, 2014

SQUEFF e DE NEGRI. Financiamento à Pesquisa no Reino Unido: o Dual Support System. Revista Radar : tecnologia, produção e comércio exterior, nº 48, Brasília, Ipea, 2016. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/radar/20170110_radar_48.pdf . Acesso em 29/01/2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.22398/2525-2828.3738-49

A Revista está listada nos seguintes indexadores e repositórios:

LATINDEX: https://www.latindex.org

PORTAL DE PERIÓDICOS CAPES: http://www.periodicos.capes.gov.br

DOAJ - https://goo.gl/f862GM

Diadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras - http://diadorim.ibict.br/handle/1/1649

Sumarios.org - https://goo.gl/AJe9GY

LatinREV - Rede Latinoamericana de revistas acadêmicas do campo das ciências sociais e humanidades - http://flacso.org.ar/latinrev/ 

REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) - https://www.redib.org/

____________

ESPM Rio
Rua do Rosário 90 - Centro - Rio de Janeiro - 20.041-002 - RJ
revistadcec-rj@espm.br
ISSN 2525-2828 

 

Licença Creative Commons

A Diálogo com a Economia Criativa está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.